11 2339-6157

Rua: Ministro Ferreira Alves, 291
Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]

O Pilates e a saúde intima da Mulher

A pelve tem uma importância fundamental no movimento corporal da mulher, pois ela tem a função de proteger os órgãos pélvicos e transmitir o peso do tronco para as pernas na postura ereta, ou seja, é ela que cuida da saúde intima da mulher.

Na porção inferior da pelve, está localizado um conjunto de músculos, chamados Músculos do Assoalho Pélvico (MAP), que tem a função de sustentar as vísceras pélvicas e resistir ao aumento da pressão abdominal. Eles também participam ativamente do mecanismo de continência urinária e fecal, na resposta sexual e na estabilização do complexo lombo-pélvico, influenciando diretamente na postura e na força dos abdominais.


 
Quando os MAP estão fortes, são capazes de sustentar os órgãos internos (útero, bexiga e reto), prevenir perdas urinárias e fecais e auxilia durante o trabalho de parto.


O treinamento básico com os exercícios do método Pilates requer suporte e controle do tronco em conjunto com os movimentos dinâmicos das extremidades.


Joseph Pilates chamou de Power House um centro de força que existe no corpo humano formado pelos músculos do diafragma, multifídeos, transverso abdominal e os Músculos do Assoalho Pélvico.


A sincronia entre a respiração correta e ativação dos músculos estabilizadores de trocno como o Power House, favorecem o equilíbrio de forças capazes de aumentar a eficácia do exercício com proteção da coluna e manutenção da força dos músculos do assoalho pélvico, previnindo o mau funcionamento deste e promovendo melhora na qualidade de vida.


As principais causas para o funcionamento inadequado do assoalho pélvico são obesidade, constipação, infecções urinárias de repetição, alterações hormonais decorrentes do climatério, doenças que provoquem tosse crônica, hábito de fumar, mulheres que tiveram muitos filhos, exercícios com cargas altas e esportes com alto impacto.


O Método Pilates promove o treino de contração do assoalho pélvico, mobilização da coluna e alongamentos dos músculos da pelve o que favorece a organização muscular como um todo, facilitando a percepção dos órgãos internos, possibilitando a melhora da conscientização corporal e da postura, e prevenindo algias da coluna e disfunções sexuais – que são outras complicações desencadeadas por alterações na força da Musculatura do Assoalho Pélvico.


Nas gestantes o Método Pilates facilita o trabalho de parto, e previne desconfortos prórpios da gestação, como má circulação, dores pélvicas e desequilíbrios posturais. No pós parto o método estabiliza a pelve, ajuda no equilíbrio postural e restaura a força abdominal, reduzindo a diástase (patologia que afasta os músculos do reto abdominal).


A prática do Método Pilates proporciona a mulher melhor consciência corporal, bem estar e é essencial para prevenir doenças e ajudar na saúde intima feminina.



Fonte: Revista Oficial Pilates (www.revistaonline.com.br)

© Copyright 2015 – Posture – Studio de Pilates – Todos os direitos reservados
11 2339-6157 (Ligue e agende uma aula experimental)
Rua: Ministro Ferreira Alves, 291 – Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]
contato@posturepilates.com
Google+