11 2339-6157

Rua: Ministro Ferreira Alves, 291
Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]

Método Pilates e Esportes com Prancha

Os exercícios para Pilates baseados em fortalecimento muscular com alongamento, não são só usados para o condicionamento físico, mas  também para reabilitação, podendo tratar uma variação de patologias diversas.
Estudos mostram que devido ao grande crescimento dos esportes com prancha como, surf, skate, kite-surf e wakeboard e etc, o método pode ser utilizado para um aprimoramento do condicionamento físico ou prevenção de lesões, principalmente na coluna lombar.

Na parte de condicionamento físico, o Pilates trabalha diversos grupos musculares simultaneamente através de movimentos suaves e contínuos, enfatizando a concentração e alinhamento postural.
No alinhamento postural, trabalhamos e fortalecemos o nosso centro, mais conhecido como powerhouse, formado pelos músculos abdominais, coluna e região pélvica. Com o fortalecimento do centro, na hora de realizar qualquer manobra, a postura não fica sobrecarregada, e a coluna tem uma mobilidade maior na execução de manobras desde as básicas até as mais avançadas, com movimentos mais suaves e a pelve mais estabilizada.

Durante os exercícios temos que focar a qualidade e não a quantidade na execução dos movimentos, fazendo com que o aluno/atleta sinta o tônus muscular (trabalho de contração e percepção muscular sem exageros).
O Pilates desenvolve um trabalho de equilíbrio cujo objetivo é não sobrecarregar a musculatura e, sim, desenvolver um trabalho mais específico para determinadas  modalidades  esportivas..

Nos esportes com prancha os benefícios que o Método Pilates pode trazer são:
Aumento de coordenação neuromuscular, sendo um trabalho mais funcional e específico para o movimento de esportes com prancha;
Surf: fortalecimento da região lombar no momento em que está deitado na prancha realizando a remada;
Surf / Kite- Surf / Skate / Wakeboard: o trabalho de tonificação muscular auxilia e melhora na contração isométrica no momento em que está em pé na prancha e em todas as fases de execução de manobras (parte inicial e parte final do movimento). Assim, suporta uma maior carga nas articulações e coluna cervical e lombar;
E o aumento da mobilidade tóraxico – lombar na execução de manobras sem prejudicar a biomecânica dos movimentos.

Fonte: Revista Pilates

© Copyright 2015 – Posture – Studio de Pilates – Todos os direitos reservados
11 2339-6157 (Ligue e agende uma aula experimental)
Rua: Ministro Ferreira Alves, 291 – Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]
contato@posturepilates.com
Google+