11 2339-6157

Rua: Ministro Ferreira Alves, 291
Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]

Educação, Arma Contra a Dor

Nos últimos anos, um novo recurso contra a dor vem ganhando importância cada vez maior. Trata-se da educação do paciente com o objetivo de conscientizá-lo sobre todos os aspectos de sua patologia.

Isso pois profissionais de saúde já perceberam que quanto maior a quantidade de informações oferecidas ao paciente, melhor é a sua aderência ao tratamento e, conseqüentemente,  sua recuperação.

É simples de entender.

Se você sabe o que está acontecendo, é informado do que poderá ocorrer, da chance de sucesso do seu tratamento e de seus possíveis efeitos colaterais, você entra na batalha ciente do que irá enfrentar. E como se sabe, o primeiro passo para a vitória é conhecer o inimigo, o que de cara já reduz o medo e a insegurança. Isso, obviamente, vai gerar maior confiança no seu médico e em si mesmo.

É por isso que os profissionais que atuam na área da saúde e também os próprios pacientes estão investindo em canais de informação e educação. A criação da Internet foi muito benéfica e tornou-se uma ferramenta muito utilizada. Hoje, há vários sites com conteúdo de boa qualidade oferecendo orientações sobre o que fazer para amenizar dores variadas, inclusive as das costas.

No método Pilates não é diferente. Se o instrutor conseguir orientar seu aluno quanto a importância de cada um dos princicios do método: respiração, concentração, contração do abdômen, fluidez, etc., o mesmo o fará com maior qualidade e conseqüentemente obterá melhores resultados.

Outras formas de informação e divulgação são as campanhas públicas de esclarecimento a respeito das patologias, programas de educação que usam o telefone, reuniões promovidas por associações de portadores do problema e folhetos educativos. Vários especialistas têm escrito livros de caráter científico, dirigidos aos profissionais da saúde, e outros investem em obras para o público leigo, com linguagem mais acessível. Os objetivos principais desses esforços são contribuir para o alívio da dor e o equilíbrio emocional, permitindo uma melhor qualidade de vida e reintegração social.

Iniciativas bem-sucedidas de educação mostram que os benefícios são alcançados, com vantagens adicionais. Bem informado, o paciente passa a ter mais fidelidade ao tratamento, mesmo que ele não consiga sentir os resultados em curto prazo. Afinal, ele sabe que mais cedo ou mais tarde, obterá vitórias. A educação também ajuda a prevenir enfermidades que possam causar problemas futuros. É preciso que os profissionais de saúde entendam que têm papel primordial na educação do seu paciente. Devem estar atentos às necessidades de cada um que o procura e ter consciência de que, ao reservar um período da consulta para o esclarecimento de suas dúvidas, estará colaborando para que o mesmo aumente as suas chances de melhora. Essa postura engrandece o papel do profissional, reforça a relação médico-paciente e o respeito mútuo.

Fonte: Livro Coluna Ponto e Virgula

Autor: Jose Goldenberg

        

 

 

© Copyright 2015 – Posture – Studio de Pilates – Todos os direitos reservados
11 2339-6157 (Ligue e agende uma aula experimental)
Rua: Ministro Ferreira Alves, 291 – Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]
contato@posturepilates.com
Google+