11 2339-6157

Rua: Ministro Ferreira Alves, 291
Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]



No Brasil, atualmente, o método Pilates possui vertentes distintas. Existem divergências em relações as nomenclaturas, são distribuídas em: Metodologia Tradicional (Original/Clássica) e a vertente Moderna ou Contemporânea.

Como o nome já sugere, o Clássico ou Original é o Pilates exatamente como foi criado por Joseph Hubertus Pilates, hoje poucos profissionais trabalham somente utilizando o Pilates Clássico, até porque surgiu a necessidade de reciclar o método a fim de atender todos os níveis de condicionamento físico.

O Pilates Contemporâneo foi criado por uma segunda geração de instrutores de Pilates que, usando conhecimentos científicos modernos, desenvolveram uma adaptação "contemporânea" para o método com a reorganização da ordem dos exercícios, com variações na respiração e nos movimentos. O mais significativo do método é que os exercícios devem ser feitos com a pelve neutra, mantendo as curvas naturais da coluna.

Atualmente este método conta com diversos acessórios tais como: bolas, arcoflex, disco de propriocepção, caneleiras, faixas de alongamentos, etc, além de exercícios que foram sendo adaptados para que pessoas de todos os níveis de condicionamento pudessem praticar o Método sem esquecer os Princípios do Método Pilates que são usados dentro das duas correntes (Clássico e Contemporâneo).

O Pilates Funcional: o que se vê dos treinamentos atuais desse método são exercícios acionando os músculos isoladamente, com exercícios em apenas um plano de movimento (uniplanares) proporcionando um aumento da capacidade funcional, um alto nível de força no centro corporal, controle neuromuscular, flexibilidade e força funcional total. Esses exercícios isolados permitem ao sistema nervoso central (SNC) aperfeiçoar a seleção de músculos que “não são primários” para desempenho do padrão de movimento integral em todos os três planos e velocidades de movimentos, desempenhando uma função anormal do organismo.

O Pilates Reabilitacional é o método realizado exclusivamente por fisioterapeutas que são profissionais com domínio na área de cinesiologia, bem como das patologias que estão tratando. Esses profissionais, muitas vezes, aliam técnicas de terapia manual ao trabalho do pilates, pois o ambiente e o trabalho oferecidos pelo método facilitam a intervenção baseada nos princípios de assistência, trabalhando globalmente o corpo e não somente no foco da lesão. Modificações específicas nos exercícios são aplicadas também para que o movimento seja executado de forma correta, acelerando o processo de recuperação. Vale ressaltar a importância do profissional ser bem qualificado e conhecer profundamente tanto a patologia como o método e a partir de uma avaliação detalhada do aluno, adaptar os exercícios conforme sua necessidade. Sempre lembrando que esse atendimento mais voltado para a reabilitação devera ser realizado em atendimentos individualizados para se alcançar um melhor desempenho na realização dos movimentos de forma mais correta e alinhada possível.

Em conseqüência disto, os praticantes em potencial do método Pilates, têm que se dar conta de que está em suas mãos discernir qual caminho a seguir. Você deverá se informar melhor a respeito do treinamento e certificação recebidos por aquele que você escolheu como seu instrutor. Isto é de fundamental importância no que tange o fator segurança, mas não sobrepõe ao fato de que, sendo bem treinados, com maior experiência e talento natural para ensinar o método, obviamente que serão melhores profissionais.

© Copyright 2015 – Posture – Studio de Pilates – Todos os direitos reservados
11 2339-6157 (Ligue e agende uma aula experimental)
Rua: Ministro Ferreira Alves, 291 – Perdizes – São Paulo SP [ver mapa]
contato@posturepilates.com
Google+